Dia 17 – 30 Day Blog Challenge

Diário Blog Challenge

Sou cristã reformada desde sempre. Nasci em um lar batista e posso dizer que nunca me “desviei” desse caminho, apesar de já ter passado um tempo sem frequentar uma igreja.

Já vi e ouvi muita coisa nesse meio, e se tem algo o que aprendi é a separar minha fé das falhas humanas. Logo, fujo da religiosidade, pois minha experiência já me mostrou que é daí que vêm os maiores erros.

Ninguém é perfeito e o único santo em que acredito é Cristo, mas se tenho um desejo no fundo do meu coração é ter um caráter o mais parecido possível com o dEle e viver um Evangelho de verdade, sem máscaras e com coerência. Creio que este é o desejo de todo cristão.

Não acredito em um Evangelho de facilidades, como se prega muito por aí. Ao contrário, penso que o caminho é árduo, mas com Ele qualquer fardo fica leve. E fica… pois a paz que vem do confiar em um Deus que é muito superior a qualquer tribulação é indescritível. E não é fruto da ausência de problemas, pois como o próprio Apóstolo Paulo disse em Filipenses 4:12-13

12 Sei o que é passar necessidade e sei o que é ter fartura. Aprendi o segredo de viver contente em toda e qualquer situação, seja bem alimentado, seja com fome, tendo muito, ou passando necessidade.

13 Tudo posso naquele que me fortalece

E também em Romanos 8:36-39

35 Quem nos separará do amor de Cristo? Será tribulação, ou angústia, ou perseguição, ou fome, ou nudez, ou perigo, ou espada?

36 Como está escrito: “Por amor de ti enfrentamos a morte todos os dias; somos considerados como ovelhas destinadas ao matadouro”.

37 Mas, em todas estas coisas somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou.

38 Pois estou convencido de que nem morte nem vida, nem anjos nem demônios, nem o presente nem o futuro, nem quaisquer poderes,

39 nem altura nem profundidade, nem qualquer outra coisa na criação será capaz de nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor.

Devo confessar que por vezes não dou tanta atenção à minha vida espiritual como gostaria. Sempre perco a continuidade dos meus momentos devocionais e muitas vezes acabo orando de forma automática. Acabo caindo no erro de buscar mais avidamente apenas quando me vejo diante de alguma situação. Me envergonho disso e é algo que me incomoda muito, mas, por outro lado acho que afeta boa parte das pessoas que cresceram na igreja. Não sei explicar muito bem, porém, para mim, mudar isso tem relação direta com a busca por coerência que mencionei mais acima.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s