Não se limite!

balloon-1046658_1920

Quantas vezes nós mesmos não atrasamos nosso progresso? Quantas vezes nós mesmos não criamos os obstáculos para determinada realização? Quantas vezes já permitimos que o medo ou insegurança, em forma de desculpas, frustrassem algum plano antes mesmo de tirá-lo do papel?

E quando trago esses questionamentos, não estou me referindo necessariamente a “coisas grandes”, a “momentos emblemáticos” em nossa vida. Até porque, é muito mais fácil percebermos estar dando vazão ao medo e a insegurança em uma situação importante, o que até nos dá a chance de enfrentar isso mais de frente. Difícil mesmo é percebermos o auto-boicote nas sutilezas do dia a dia, naquelas pequenas decisões das quais vamos nos esquivando meio que “sem-querer”, e quando nos damos conta a coisa toda já virou um estigma, difícil de quebrar.

Acontece que tudo aquilo que a gente não enfrenta quando aparece, acaba ficando muito maior com o passar do tempo. É mais ou menos aquela velha história de que quando se cai do cavalo, o melhor é voltar logo a montá-lo, se não vira um trauma. Da mesma forma, quanto mais alimentamos nossos sentimentos limitantes através de desculpas (mesmo que elas pareçam muito razoáveis naquele momento), mais difícil será superar nossos próprios obstáculos lá na frente. Obstáculos esses que, na maioria das vezes, só existem em nosso subconsciente.

O que considero ainda pior nessa dinâmica de autolimitar-se, é que com o passar do tempo acumulando desculpas, passamos a de fato acreditar nelas, e se não tomarmos cuidado, podem se tornar crenças tão poderosas em nossas vidas que haja terapia para desmistificar isso.

Sendo assim, proponho aqui um exercício para praticarmos no decorrer da semana: Sabe aquilo que você vem adiando há algum tempo, por pensar que ainda não é capaz o suficiente, que ainda falta alguma coisa, ou qualquer outra desculpa que você venha usando? Seja lá o que for… pode ser algo pequenininho, mas que te assusta… ou o primeiro passo para um grande desafio… Pegue isso nas mãos (o sentido é figurado), e faça. Não importa como, nem precisa ser perfeito e concluir tudo em um dia só. Apenas mostre a si mesmo(a) que você pode. 😉

Quanto mais de frente enfrentarmos nossos monstros, menores eles vão ficar! 🙂

Grande Bjo,

Mari Marques.

 

“E estou plenamente convicto de que aquele que iniciou boa obra em vós, há de concluí-la até o Dia de Cristo Jesus.” [Filipenses 1.6]

Anúncios

4 comentários sobre “Não se limite!

  1. Oi Mari, tenho me identificado muito com seu blog. Sinto que estou numa fase bem parecida com a sua, e tem sido difícil enfrentar tudo isso, mas fico aliviada por não estar sozinha e por você compartilhar aqui o que tem passado. Nesse post em especial, me identifiquei pois estou a semanas procrastinando o início de um projeto, sei lá uma mistura de medo de dar certo com medo de dar errado..rsrs. Mas vou aceitar o desafio, e espero pelo menos dar o primeiro passo.
    Gratidão!

    Curtido por 1 pessoa

  2. Oi Sarah! Nossa… fiquei mto feliz com a sua msg! No meu caso, tem umas crenças que eu trago que são antigas, mas eu acho que só comecei a perceber agora. Estar no Canadá tem me feito encarar alguns monstros internos com uma lente de aumento! Qlqr posição q a gente precise tomar e que gere esse enfrentamento assusta mto, mas é uma fase que só traz crescimento se soubermos encarar! Desejo sucesso nos seus projetos… Dps do primeiro passo, tudo irá fluir melhor! 😊

    Curtir

  3. Falou tudo, quanto mais procrastinar, pior fica de lidar. Eu ando pensando muito nisso e deixando de adiar, no final temos que lidar do mesmo jeito e é melhor “se livrar” logo.
    Lindo texto.
    Beeijo

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s