Casa e trabalho. Será que toda mulher dá conta?

Casa X Trabalho

Dias atrás, eu estava navegando em uma dessas plataformas de perguntas públicas e um dos questionamentos que mais me chamou a atenção foi o de uma mulher, que não se identificou, em tom quase que de desespero, querendo saber se toda mulher consegue conciliar bem os afazeres da casa com o trabalho ou se o problema era só com ela.

Já me identifiquei de cara, e cliquei na pergunta para ver os comentários. É meninas…. se serve de consolo, parece que não é fácil para ninguém. rs

Fazem algumas semanas que comecei a arriscar trabalhar aqui no Canadá, com a carga horária beeeemmmm mais leve do que a que eu tinha no Brasil, mas mesmo assim foi o suficiente para fazer meu Projeto FlyLady entrar em um tremendo stand by.

E por mais que as coisas já estejam começando a se adaptar, confesso, não sem um pouco de vergonha e uma bela pitada de frustração, que se não fosse o marido ajudando, a casa já estaria inabitável a essa altura. :/

É claro que na realidade dos tempos de hoje, acho impensável uma dinâmica doméstica onde só uma das partes participe ativamente. Dividir tarefas não é apenas necessário, mas saudável para o relacionamento.

Acontece que, por melhor que seja a ajuda recebida, tem coisas que eu gostaria muito de dar conta sozinha, sabe. Um tipo de orgulho feminino, que eu ainda não sei bem se é natural à todas as mulheres ou se é só comigo. rs

Marido ajuda, e muito, mas tem umas preocupaçõezinhas com a casa que são apenas nossas, como a composição dos quadros, a disposição das coisas na estante, o centro de mesa que está faltando, os organizadores que eu comprei e nunca usei, mas queria muito dar uso para eles, etc., etc. E quando você não se ocupa desses pequenos detalhes, eles vão ficando ali, de lado, por tempos a fim. Homem nenhum vai se importar com isso, acredito que nem reparem. É o tipo de cuidado com a casa que é feminino mesmo, e faz qualquer ambiente se transformar em um lar.

Não que eu fique pensando nisso a ponto de perder o sono, mas me chateia um pouco não “dar conta” dessas pequenas coisas quando reparo nelas.

Acho que este é o tipo de frustração inevitável para a mulher moderna. Podemos até conquistar o mundo, mas ainda queremos ser rainhas das nossas próprias casas, e deixar tudo do nosso jeito. Claro que existem exceções, e por mais que seja uma ideia libertadora não se importar com isso, definitivamente não é o meu caso. E penso que também não seja o da maioria das mulheres, que acabam exercendo funções duplas ou triplas, ao terem de equilibrar, muitas vezes sozinhas, essa dinâmica Casa X Trabalho.

Bom… se você leu este texto até aqui, é porque se identifica com o tema. Então digo para você o mesmo que repito constantemente para mim: “Não se cobre!”, “Faça o que der para fazer, no tempo que você tem.”, “Nada precisa ser perfeito.” E, definitivamente, “não perca a sua paz só porque preferiu relaxar ao invés de lavar a pia ou pôr ordem no armário”.

Porém, ao mesmo tempo, se algo está realmente incomodando, crie metas curtas para resolver isso. Metas que se encaixem no tempo que você tem disponível, sem ter de abdicar do seu descanso e tempo com a família. Além disso, concentre-se em um problema doméstico de cada vez, porque não tem como resolver tudo em uma semana…. e tentar isso só vai aumentar a frustração.

Para mim, o que vou pegar como meta para solucionar nesta semana é a composição dos meus quadrinhos da sala. Tenho as molduras desde o final do ano passado, e até hoje não estão organizados como eu gostaria, porque fico procrastinando (muitas vezes, apenas por preguiça mesmo). E já digo que tudo bem não ter quadros na sala, o meu problema com isso é que sempre quando olho para eles fico um pouco frustrada por ter me comprometido a fazer e simplesmente deixado para lá.

Na próxima semana mostro o resultado! Se quiser, compartilhe aqui qual a sua meta para resolver esta semana dentro de casa, e depois diga se conseguiu. Ninguém disse que seria fácil, mas se o desafio está diante de nós, é porque podemos dar conta dele. Lembre-se disso!

Grande Bjo,

Mari Marques.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s