Hoje venci a preguiça!

Comemore as pequenas conquistas

É uma segunda feira enquanto escrevo esse post (ironicamente), meio que como uma forma de incentivo, meio que como um jeito de compartilhar minha pequena conquista!

Quem leu meu último post sobre “A crença na mudança” já sabe sobre meu pequeno probleminha em postergar para as segundas feiras seguintes aquilo que acredito internamente não poder fazer hoje (seja por falta de organização, por achar que não vai dar mais tempo ou por preguiça mesmo, o que é bem comum). Aliás, problema que não é exclusividade minha… a gente tende mesmo a associar o início de uma nova semana como a oportunidade de um recomeço…. Nada de errado com isso, se não fosse apenas mais uma desculpa para adiarmos eternamente o que poderíamos fazer agora.

Tentando analisar os meus porquês para ter entrado nesse círculo vicioso de adiamentos, percebo que na maioria das vezes não existe uma razão justa para não cumprir meus prazos pessoais e acabar embarcando nessa crença de que “amanhã farei diferente”. Percebo que quase sempre o problema gira em torno da velha conhecida preguiça. E só não digo sempre, porque é claro que vez ou outra existem exceções.

Pensando nisso, percebo que todas as desculpas inteligentemente pensadas e internalizadas, são apenas tentativas de tornar a preguiça legítima. Não poucas vezes me peguei justificando um adiamento por já ter “passado do horário razoável de começar hoje”, ou por “não ter os recursos necessários para começar”, ou por “não querer ir em algum lugar sozinha”, ou “por querer que seja perfeito”, e muitas outras justificativas que nem sei mais.

Bom… se o horário já está avançado, eu posso pelo menos começar com o que dá para fazer hoje, mas morgar no sofá assistindo TV no final da noite é mais convidativo…. se eu não tenho os recursos necessários, posso criá-los e ir começando com o que tenho, mas é mais fácil dizer que não dá…. se não tenho quem me acompanhe, qual o problema de ir sozinha? O desafio é meu! Eu é que tenho de encará-lo! Nesse caso, companhia as vezes até atrapalha… E se não for perfeito, e daí? Quem disse que precisa ser?

Tá vendo? Para todas as desculpas que nossa mente pode criar existe uma solução possível, mas optamos não ver, muitas vezes por pura preguiça. É claro que existem outros fatores que fazem ninho na nossa mente e nos impedem de ir adiante, mas hoje, foi contra esse que eu lutei: a preguiça! E digo que foi bom, por mais pequena que seja a conquista.

Nenhum prazer momentâneo pode superar a alegria de realizar algo que você estabelece como meta para você. Então sempre que a preguiça vier e as desculpas começarem a aparecer, o melhor que podemos fazer é vencer esse sentimento e ir à luta! 🙂

Ah… sobre minha pequena conquista… hoje venci a preguiça, porque fui me exercitar mesmo quando o horário pré-estipulado já tinha passado. Sem querer me peguei pensando automaticamente que “hoje não daria mais tempo e seria melhor começas amanhã”. O problema é que esse amanhã nunca chega, e eu já estou nessa faz mais de um ano, insatisfeita com o espelho e reclamando dos quilos a mais que não vão embora sozinhos… mas isso é tema para outro post.

O que quero registrar aqui é o prazer que dá vencer suas desculpas e mandar a preguiça para escanteio. A conquista pode ter sido pequenininha mas estou feliz em dizer que finalmente meu amanhã eu fiz hoje! 🙂

Continuemos…

Beijos.

Mari Marques.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s